“Como é Gostoso o Meu Inglês” dá dicas de intercâmbio e mostra encantos de Oxford

Publicado por Rose Lucena em 28. jul, 2010, em Fique por dentro

Decidida a aprender inglês de uma vez por todas, a jornalista Cátia Moraes resolveu passar 40 dias em Oxford, na Inglaterra. Além de se aperfeiçoar na língua, a viagem resultou no livro Como é Gostoso o Meu Inglês”, uma mistura de relato pessoal, diário de bordo, guia de viagem e almanaque com informações práticas sobre a milenar cidade inglesa.

Moraes conta desde a engraçada primeira conversa que teve no país, com um taxista paquistanês com sotaque carregado, até os “micos” que passou por não ter completo domínio sobre a língua.

O livro vem cheio de dicas para quem não quer passar as mesmas vergonhas que a escritora e dá indicações de distâncias, preços e passeios interessantes na cidade sede de uma das dez melhores universidades do mundo, a Universidade de Oxford.

A obra também conta o processo de aprendizagem de Moraes, com detalhes sobre o seu convívio com colegas, professores e a família com quem morou no período da viagem. “Como é Gostoso o Meu Inglês” é uma boa pedida para quem pensa em passar uns tempos fora do Brasil para aprender inglês.

Sinopse do livro


Em Como é gostoso o meu inglês a jornalista Cátia Moraes relata uma experiência pessoal e singular que é atualmente é compartilhada por milhões de pessoas, no mundo todo: morar em um país estrangeiro para aprender e estudar um idioma. A vontade de viver fora do Brasil, mesmo que por um período curto, aprender inglês, sair da rotina, conhecer pessoas e culturas diferentes é descrita em uma crônica do cotidiano permeada de sentimentos e vivencias de quem se arrisca em busca do que desconhece.

“Antes tarde do que mais tarde.” Foi com esse pensamento que Cátia Moraes embarcou para a Inglaterra, a fim de viver uma das experiências mais gratificantes de sua vida. Após incontáveis tentativas de aprender inglês, ela decidiu que, além do aprendizado, a vivência em um país estrangeiro seria ideal para quebrar a rotina, derrubar mitos, aventurar-se por lugares desconhecidos e se relacionar com pessoas de vários continentes.

Como é gostoso o meu inglês revela o dia a dia de uma brasileira em Oxford, “a cidade dos estudantes”, por onde também passaram Oscar Wilde, Aldous Huxley e J.R.R. Tolkien. Desde os primeiros desafios, como entender o sotaque do falante motorista paquistanês que a levou de Londres a Oxford, até ser capaz de entrevistar um de seus melhores professores, Cátia Moraes relata com bom humor e sensibilidade as dificuldades e descobertas no aprendizado da língua inglesa, o progresso no curso intensivo, o encantamento e as surpresas com o cotidiano e a cidade, além dos inevitáveis “micos”.

A narrativa viaja por universos paralelos, partindo do dia-a-dia da estudante que busca apreender tudo nas aulas, conteúdos e do convívio com colegas, professores e com a especialíssima “família inglesa”; passando pela crônica da “moradora”, que embarca nas reflexões sobre o que observa dos sentimentos intensos, contraditórios e extraordinários que transformam todos os habitantes deste planeta em cidadãos do mundo; até a busca estilística da autora, cujo texto que faz escalas na prosa, na crônica, na poesia, na internet, e se fragmenta ao ritmo de sua necessária liberdade de linguagem.

Como é gostoso o meu inglês mostra, de forma emocionante e criativa, que viajar para aprender um idioma é uma experiência ao alcance de pessoas de todas as idade. Go ahead!


Folha.com

Tags: , , , , , enviar um comentário Comentários desativados

Os comentários estão fechados.